GIRUÁ Capital da Produtividade

  • Publicado em: 11/09/2013 às 14:10   |   Imprimir

Com uma extensão territorial de 835,04 km², Giruá configura-se como um dos maiores municípios gaúchos em extensão de área. Segundo dados do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), o município possui 2.875 imóveis rurais e uma área total de 82.406,1 hectares.

Entre outros setores econômicos, a agropecuária predomina na economia do município, ocupando 67 mil hectares agricultáveis, através das culturas de soja, trigo, linhaça, milho, canola e girassol. A diversidade e eficiência produtiva, aspectos sempre buscados pelos produtores giruaenses, levaram Giruá a galgar o título de Capital da Produtividade, o qual vem sendo retomado e ressignificado a cada safra.

Soja

Bastante adaptada as condições de clima do Estado e da região, a soja é a cultura mais produzida atualmente no município, com cerca de 57 mil hectares, o que coloca Giruá, segundo os dados do IBGE, em 8º lugar no Rio Grande do Sul em área plantada. Em condições de safra normal, a produtividade média fica entre 35 e 40 sacas por hectare.

Trigo

De acordo com o IBGE, Giruá é o 4º maior produtor de trigo do Brasil, com uma produção, em 2008, de 66 mil toneladas e uma área plantada de 26 mil hectares, ficando atrás apenas de Tibagi (PR), Campos Novos (SC) e Londrina (PR) com produções de 128 mil toneladas, 72,6 mil toneladas e 70,4 mil toneladas, respectivamente.

Milho

Conforme as informações do IBGE, a área plantada de milho no município é de 5 mil hectares, sendo que esta cultura tem atingido, em condições de safra normal, uma produtividade média em torno de 3,6 mil kg por hectare.

Girassol

De acordo com os dados atuais do IBGE, Giruá possui uma área plantada de 1,5 mil hectares de girassol, atingindo em condições de safra normal uma produtividade média em torno de 1,5 mil kg por hectare.

Linhaça

Giruá é um grande produtor de linhaça. Conta atualmente com uma área de 2 mil hectares para esta cultura. A cultura vem alcançando, em média, uma produtividade de 720 kg por hectare.

Canola

No Rio Grande do Sul, a canola tem um potencial produtivo médio entre 1,2 mil a 1,5 mil kg por hectare. De acordo com o IBGE, no município se produz 500 hectares da cultura, com uma produtividade estimada em 720 kg por hectare. A tendência é que a produção se amplie significativamente em Giruá, devido à abertura de novos mercados voltados à derivação da canola, sobretudo do farelo e do óleo, através de novas empresas de transformação no município.

No topo do Ranking

- 8º maior produtor de soja do RS

- 4º maior produtor de trigo do Brasil

- Maior produtor de linhaça do RS

- 3º maior produtor de girassol do RS

(fonte: IBGE)

Bacia Leiteira

Além do grande potencial agrícola, Giruá vem se destacando através de sua bacia leiteira. Muitos produtores rurais voltaram a investir no setor como forte alternativa de fonte de renda. Hoje, o município ocupa os primeiros postos na produção estadual de leite, com mercado em crescente produção.